A CARREGAR

Escreva para Pesquisar

Tratamento de Anorexia Nervosa – Goucha TVI

Distúrbios Alimentares

Tratamento de Anorexia Nervosa – Goucha TVI

Partilhar
gouchatvi

VillaRamadas esteve presente no Programa do Goucha, na TVI, no passado dia 10 de Fevereiro de 2022, com a participação da paciente Maria Falcão que partilhou o seu testemunho relativamente aos seus distúrbios alimentares. Na entrevista Maria Falcão destacou a importância do apoio da sua família e dos tratamentos em VillaRamadas para a sua recuperação.

Em representação da equipa multidisciplinar de VillaRamadas, esteve presente no programa o Conselheiro em Adições – José Carlos Luz.

1. ANOREXIA NERVOSA

A Anorexia Nervosa diz respeito a uma perturbação alimentar grave que pode pôr em risco a vida do indivíduo, caracterizando-se por fome autoinfligida e uma perda de peso excessiva. É uma doença complexa que se manifesta por uma insuficiente dieta alimentar e envolve aspetos emocionais, psicológicos, fisiológicos e sociais.

É importante referir que tanto a anorexia como a bulimia se podem manifestar no mesmo indivíduo, em momentos e fases diferentes, daí ser comum referenciar as duas em simultâneo.

2. OS ESTEREÓTIPOS SOCIAIS E A ANOREXIA NERVOSA

Os estereótipos são definidos como imagens mentais sobre a realidade que se interpõem, sob a forma de enviesamento, entre o indivíduo e a realidade. Se por um lado, são instrumentos que ajudam o indivíduo na simplificação, organização e previsão de um mundo excessivamente complexo, por outro, os estereótipos podem ter consequências nefastas ao nível das relações individuais e intergrupais.

Culturas com abundância calórica e com idealização da imagem corporal magra tornam o self vulnerável ao desenvolvimento deste tipo de perturbações alimentares.

A sociedade atual, com a sua valorização e o culto à magreza, fazendo da obesidade uma condição altamente estigmatizada e rejeitada, têm levado a maioria das pessoas à busca frenética do “corpo ideal”.

Os media são, provavelmente, os mais poderosos veículos utilizados pelas indústrias das dietas e atividade física para reforçar a associação da magreza com sucesso, poder, autocontrolo, modernidade e atratividade. Convencem o público de que o corpo pode ser moldado e estabelecem padrões corporais impossíveis de serem atingidos pela maioria.

A imagem corporal é uma importante componente de identidade pessoal. Nas sociedades modernas o Self vive em permanente conflito entre os valores pessoais e morais e os valores impostos socialmente, ou seja, entre a imagem idealizada e a imagem objetiva.

Hoje em dia vê-se mais partilhas nas redes sociais e cada vez mais publicações de corpos musculados ou cada vez mais magros, na maioria das vezes por publicidade, e nem sempre é divulgado ou defendida a forma saudável de se alcançar esse objetivo. As redes sociais, acabam por influenciar a forma como as pessoas se alimentam e a aceitação da sua forma física.

gouchatvi1
gouchatvi2
gouchatvi3
gouchatvi4
gouchatvi5
gouchatvi6
gouchatvi7
gouchatvi8

3. TRATAMENTO PARA A ANOREXIA NERVOSA EM VILLARAMADAS

Quando se fala em tratamento a alguém que sofre de um distúrbio alimentar, como o caso da Anorexia Nervosa, a primeira reação é, normalmente, tentar contornar essa opção, ensaiando mais um conjunto de juras, propósitos, promessas e pedidos de uma última oportunidade para tentar resolver o problema sem qualquer ajuda exterior.

Porém, a impotência perante a doença, que funciona como uma adição, impede a tomada de decisões adequadas. Assim, torna-se essencial o recurso a ajuda exterior, seja ela vinda da família, amigos, conhecidos, entre outros.

No entanto, muitas vezes a família tende a não perceber, o que se passa com aqueles que, no seio familiar, sofrem de distúrbios alimentares, pelo facto de:

  • A sua habilidade de manipulação ser realmente extraordinária;
  • A tomada de consciência obriga a agir. A luta contra este distúrbio é esgotante e demorada;
  • Geralmente, após sucessivas tentativas malsucedidas, deixa de ser possível negar as evidências, em alguns casos quando a doença já está numa fase avançada, e torna-se essencial recorrer a ajuda especializada.

Os primeiros tempos em tratamento não são fáceis para este tipo de pacientes, já que as refeições não deixam de os atormentar e de lhes criar desconfiança. Todavia, à medida que forem sentindo compreensão e apoio por parte da equipa terapêutica e dos próprios colegas de tratamento, esta relutância vai diminuindo. A pessoa começa a descobrir que no corpo, como em tudo, pretende-se alcançar um balanço caracterizado pelo progresso contínuo, e não a perfeição, uma vez que esta nunca se atinge. A pressão começa a diminuir gradualmente e vão sendo adquiridas ferramentas que permitem que o indivíduo aprenda a lidar com a doença.

Este tipo de internamento segue o modelo integrativo Change & Grow, baseado em cinco princípios – Verdade, Aceitação, Gratidão, Amor e Responsabilidade – que capacita o paciente a lidar com as diferentes áreas da sua vida e com os novos desafios que possam surgir, especialmente no que concerne à relação consigo mesmo e com os outros.

4. TESTEMUNHO

“Maria Falcão”

“Saiu (de tratamento) uma Maria mais consciente. Saí de VillaRamadas com uma bagagem enorme, com um grande apoio”

RESUMO

As perturbações do comportamento alimentar, como a anorexia e a bulimia nervosas, são doenças que provocam distúrbios sérios na forma como as pessoas se alimentam e nos pensamentos e emoções relacionados com a alimentação. Tipicamente, os indivíduos com perturbações do comportamento alimentar tornam-se obcecados com o seu peso.

Geralmente, as pessoas que sofrem destas perturbações são extremamente críticas em relação ao seu corpo, revelando um medo intenso de ganhar peso. Mesmo que tenham um peso normal, ou até abaixo do peso ideal, tendem a sentir-se gordas. Frequentemente, as pessoas com estes distúrbios não reconhecem que têm um problema de saúde.

A pressão para ter um corpo perfeito, fortemente incutida pela publicidade, redes sociais e cinema/televisão, tem tido um impacto muito negativo na vida da maioria dos jovens.

Caso se identifique ou conheça alguém que suspeite adotar este tipo de comportamentos, não hesite em contacto connosco.

Tags:

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *